PROJETO PREVÊ A SUSPENSÃO DA BOLSA DE VALORES EM RAZÃO DO CORONAVÍRUS


O deputado federal Paulo Ramos (PDT-RJ) defende que as atividades no mercado de ações, títulos ou valores mobiliários sejam suspensas no Brasil, por pelo menos 120 dias, como forma de conter a disseminação da Covid-19. É o que estabelece o projeto de lei 1498/20, de autoria do parlamentar, que tramita na Câmara dos Deputados. Caso a suspensão seja aprovada, ficarão mantidos os títulos já negociados.

A norma, de acordo com o deputado, visa preservar a vida de operadores e demais trabalhadores do mercado financeiro que também devem permanecer em casa e evitar contaminar a si outras pessoas, além de conter as constantes quedas dos ativos em negociação. “Essa tendência causada majoritariamente por movimentos de especulação que provavelmente já não correspondem à realidade econômica do país, podendo retroalimentar o pânico em torno de uma paralisação brutal da economia brasileira”, avalia.

Paulo Ramos diz que o sistema financeiro internacional criou uma espécie de arapuca. “Qual a explicação para o dólar está a R$6? Os juros descem, o dólar sobe. As ações nas bolsas de valores sofrendo variações. Um verdadeiro cassino. Não é possível que estejam ganhando rios de dinheiro nas bolsas de valores enquanto outros perdem. A mesma coisa o dólar. O Brasil tem dívidas em dólar.

O dólar subindo, o país perde muito. Qual a razão do câmbio ser flutuante? Quem é que determina isso? A pandemia do coronavírus, lamentavelmente, com toda a tragédia, está nos obrigando a debater o sistema financeiro internacional. Os fundamentos do capitalismo. É preciso debater para que depois da pandemia se crie um novo modelo sem exclusão”. 

Mais Notícias

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on whatsapp
Compartilhe no Whatsapp
Share on telegram
Compartilhe no Telegram
Share on email
Compartilhe no E-mail
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest
Share on google
Compartilhe no Google+

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *