Deputado Paulo Ramos participa de ato em defesa da Petrobras e contra demissões de funcionários da estatal

O deputado federal Paulo Ramos (PDT-RJ) participou, nesta sexta-feira (7/2), de ato público em frente à sede da Petrobras, no Centro do Rio. A mobilização é em apoio a greve dos petroleiros, que completa sete dias, pela suspensão das demissões na Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná (Fafen-PR) e pelo cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT). A paralisação atinge 70 unidades da estatal em 13 estados.

Os participantes protestaram não apenas pelas mais de 900 demissões marcadas para ocorrer ainda em fevereiro, como também denunciaram o desmonte da estatal, que anunciou a venda de oito refinarias, além de subsidiárias, como a BR Distribuidora. O deputado Paulo Ramos foi um dos que denunciou o esquema de desmonte do patrimônio e o enfraquecimento da soberania nacional “Esse esquema tem aliados, e o principal aliado desse retrocesso, dessa entrega, desse desmonte do Estado é o deputado Rodrigo Maia. Cabe a nós denunciar. O deputado Rodrigo Maia, eleito pelo Rio de Janeiro, é do DEM, e o DEM é a expressão da direita. Na Assembleia Nacional Constituinte conseguimos restabelecer o monopólio estatal do petróleo. Olha o retrocesso. O presidente da Petrobras é um entreguista”, enfatiza.

Paulo Ramos também criticou a decisão do ministro Ives Gandra, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que determinou o bloqueio das contas dos sindicatos que participam da greve na Petrobras e liberou a estatal de fazer contratações temporárias. “Não à toa o Tribunal Superior do Trabalho fez o que fez para tentar acabar com a justa greve dos petroleiros. A greve não tem a ver só com as demissões. A greve é a defesa da soberania nacional. A defesa da Petrobras. Portanto, fora com os vendilhões da pátria. Fora Bolsonaro. Fora Guedes. Fora Rodrigo Maia. Fora presidente da Petrobras. Fora com todos eles. O povo na rua vai fazer com que eles recuem. E os petroleiros, hoje, dão esse exemplo”, defende o parlamentar.

Mais Notícias

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on whatsapp
Compartilhe no Whatsapp
Share on telegram
Compartilhe no Telegram
Share on email
Compartilhe no E-mail
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest
Share on google
Compartilhe no Google+

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *