COMISSÃO DE TRABALHO DA CÂMARA FEDERAL REALIZA DEBATE NA ALERJ, PRESIDIDO PELO DEPUTADO FEDERAL PAULO RAMOS (PDT/RJ), SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA.

Reforma da Previdência, corte de 30% nas verbas das universidades e institutos federais, e privatizações de empresas estatais foram os principais temas discutidos nesta segunda-feira (06/05) no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), em debate promovido pela Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara Federal e presidido pelo deputado federal Paulo Ramos (PDT/RJ), que é membro titular da comissão. Segundo o parlamentar, essas propostas não atendem aos brasileiros.

“É preciso que os setores organizados da sociedade, os trabalhadores e servidores públicos pressionem os parlamentares, deputados e senadores. Essa reforma não interessa ao país. E nós não podemos aceitar as privatizações. Aquilo que ainda resta afirmando a soberania nacional querem entregar. E o corte de verbas das universidades é outro crime. Como cortar verbas das faculdades que são as melhores do país?”, questionou Paulo Ramos.

Presente ao debate, a deputada estadual Martha Rocha (PDT) destacou que o atual presidente tinha um posicionamento contrário à Reforma da Previdência quando era deputado federal: “Embora esses temas estejam em discussão na Câmara dos Deputados, é impossível desconhecer a importância que eles têm para a vida dos brasileiros. Vemos que as decisões que estão sendo levadas hoje ao plenário da Câmara já foram todas rechaçadas pelo atual presidente”.

O diretor do Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro, Ronald Carvalhosa, também desaprova a reforma da Previdência e disse que a proposta é somente uma transferência de recursos do setor público para o privado: “Querem tirar a credibilidade da Previdência para forçar todo mundo a comprar plano de benefícios dos bancos”.
Participaram também do debate representantes de vários sindicatos e da juventude do PDT, o juiz João Damasceno (TJ/RJ), e o ex-ministro da justiça, Alexandre Dupeyrat.

 

 

Fonte: Site da Alerj

Mais Notícias

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on whatsapp
Compartilhe no Whatsapp
Share on telegram
Compartilhe no Telegram
Share on email
Compartilhe no E-mail
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest
Share on google
Compartilhe no Google+

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *