Câmara dos Deputados debate voto impresso 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O deputado federal Paulo Ramos (PDT-RJ) participou, na segunda-feira (14), de audiência pública da Comissão especial do voto impresso (PEC 135/19) sobre cédulas físicas para plebiscitos, referendos e eleições. A PEC prevê que, na votação e apuração de eleições, seja obrigatória a expedição de cédulas físicas a serem depositadas em urnas indevassáveis, para fins de auditoria.

Essa é uma bandeira histórica do PDT e que nada tem a ver com a proposta do Bolsonaro. Ele quer provocar tumulto no processo eleitoral, alimentando o ódio e a desconfiança dos seus seguidores. O objetivo do PDT é que o voto eletrônico seja coletado e depositado numa urna, para que possa ser auditável e se elimine qualquer dúvida sobre a legitimidade das eleições”, explica o parlamentar.

Participaram da audiência:
– procurador do Estado do Maranhão, Conselheiro Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e ex-Juiz Eleitoral, Daniel Blume;
– advogado do Partido Democrático Trabalhista, Marcos Ribeiro de Ribeiro;
– especialista em segurança digital, Márcio Teixeira;
– professor da Universidade Federal de Minas Gerais, Jeroen Antonius Maria Van de Graaf.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Endereço do Gabinete em Brasília
Endereço do Escritório no Rio de Janeiro